65934 job 7740d   danone   nutriped connection   plataforma ead   banner interno   1920 x 560 p

TRIAGEM E AVALIAÇÃO NUTRICIONAL NA TERAPIA ENTERAL PEDIÁTRICA. QUAIS INDICADORES?

Matricule-se já Grátis
  • Ola, seja bem vindo !
    • Responda
  • TRIAGEM E AVALIAÇÃO NUTRICIONAL NA TERAPIA ENTERAL PEDIÁTRICA. QUAIS INDICADORES?
    • Dra Christiane Leite e Dr Marcelo Coelho

Descrição do curso

Categoria: NUTRIPED CONNECTION

Informações gerais

Conteúdo
  • Triagem nutricional, desnutrição hospitalar, determinantes do estado nutricional de crianças hospitalizadas. Relação entre avaliação nutricional e planejamento da Terapia Nutricional.
Objetivo

Em comparação com os adultos, as crianças são particularmente vulneráveis à desnutrição, possuindo menor reserva calórica e maiores necessidades nutricionais por unidade de peso corporal. Ao levar em consideração o impacto da doença ou enfermidade que contribui para o aumento das necessidades de nutrientes, a desnutrição pode, em longo prazo, impactar a trajetória de crescimento e desenvolvimento cognitivo. Conclui-se que a identificação precoce de crianças desnutridas ou crianças que estão potencialmente em risco de desnutrição é a chave para prevenir sequelas debilitantes.

A desnutrição em crianças hospitalizadas é uma condição patológica importante e um fator de risco para desfechos desfavoráveis, permanência hospitalar prolongada, recuperação retardada e aumento dos custos com cuidados. A redução da ingestão alimentar e o aumento das necessidades energéticas são as principais causas da desnutrição hospitalar. A prevalência relatada de desnutrição aguda em bebês e crianças internados em hospitais de diferentes países varia de 6,1 a 40,9%. Em crianças com uma doença de base, uma prevalência mais alta de desnutrição crônica (44–64%) foi relatada em vários estudos. 

A triagem nutricional consiste em um método prático e de baixo custo que, aplicado à beira do leito, é capaz de identificar preventivamente os pacientes com risco nutricional que se beneficiariam de uma intervenção precoce, antes mesmo que os déficits antropométricos sejam identificados por medidas objetivas. Em adultos e idosos, a triagem nutricional está bem estabelecida, com métodos validados e internacionalmente recomendados para diferentes contextos clínicos. No que se refere ao rastreamento de risco em crianças e adolescentes, entretanto, ainda não há consenso e as ferramentas disponíveis são pouco utilizadas. 

Um estudo multicêntrico observacional prospectivo foi realizado em 44 hospitais holandeses durante três dias consecutivos no mês de novembro de 2007. Na admissão, foi realizado um questionário (ferramenta de triagem STRONGkids) para pontuar o risco de desnutrição. Este questionário consistia em quatro itens e cada item recebeu uma pontuação variando de um a dois, com valor total máximo de cinco pontos. Além disso, foram realizadas medidas de peso e de comprimento. Usando esta ferramenta, foi encontrada uma relação significativa entre pontuação de "alto risco" nutricional e pontuação de desvio-padrão negativa, de peso para altura, com a permanência hospitalar prolongada. 

Foi realizada a tradução para a língua portuguesa e a adaptação cultural do conteúdo da ferramenta Strongkids para triagem do risco de desnutrição em crianças hospitalizadas, por meio da avaliação do grau de compreensão dos pais e/ou responsáveis e dos profissionais da área de saúde para seu uso no Brasil. Não houve modificação estrutural de sua versão original e se mostrou de simples entendimento tanto para os pais e/ou responsáveis quanto para os profissionais de saúde. É o único instrumento traduzido e adaptado culturalmente para o português.

65717 job 7740c   danone   nutriped connection   plataforma ead   card   540 x 300 px   final